Na dúvida de onde se hospedar em NY?

Procurando lugar para se hospedar em NY? Além de ficar numa localização ótima, Broadway e 28th street, o The No Mad Hotel é lindo e aconchegante.

Com arquitetura Beaux-Arts, ele foi completamente restaurado nos mínimos detalhes para manter a originalidade do prédio.  Os quartos, idealizados pelo designer francês Jacques Garcia, traz a sensação de estar em um ambiente residencial, com decoção clássica e atemporal.

Salas espalhadas em torno de um átrio fechado com vidro completa o ambiente do restaurante, que traz um cardápio delicioso.

Ah! O hotel ainda dispõe de uma biblioteca incrível!

Tate Tank é o novo espaço do Tate Modern, em Londres

A Tate Modern, uma das instituições mais importantes de arte contemporânea, abriu o piso subterrâneo para a visitação do público. A partir de agora, a sala que até 1981 abrigava uma estação elétrica com tanques de óleo, é um espaço dedicado às artes performativas e e instalação.

Segundo Nicholas Serota, diretor da Tate Gallery, com esta inauguração a Tate Modern vai se tornar a primeira galeria do mundo a ter um espaço permanente para as artes performativas.

Com isso, o Tate Modern amplia seu espaço em 60%, que ao todo somam 21 mil metros quadrados. Os diretores dizem que esta é apenas a primeira parte do projeto de expansão e mais coisas estão por vir.

Por conta das obras, o Tate Tanks (nome da área nova), fica aberto até ao dia 28 de Outubro, depois é fechado para o público para a continuação das obras.

Galeria Saatchi

Renomada galeria de arte sediada em Londres tem por objetivo proporcionar um fórum de inovação nesse meio da arte contemporânea, o fofo primordial é apresentar trabalhos de jovens artistas ou de artistas internacionais, cujos trabalhos tem sido raramente ou nunca apresentados no Reino Unido.

Muitos expositores da Saatchi Gallery são desconhecidos, tanto para o público em geral quanto para profissionais do meio.Posterior a essa primeira exibição proporcionada pela Saatchi, muitos artistas receberam propostas de exporem suas obras em galerias e museus a nível internacional.Esta primeira oportunidade acaba impulsionando o trabalho desses jovens artistas, lançando a partir daí suas carreiras.

A galeria inovou também na web, para os amantes da internet, lançando o Saatchi online, plataforma social aberta em que se pode montar um portifólio online e exibir e vender obras de arte. Além dessas utilidades o site ainda possui uma secção chamada “Showdown Competition”, super bacana! Nela os artistas participam de um torneio com direito a prêmios, sendo o mais cobiçado deles poder ter a chance de ver seus trabalhos expostos na própria Saatchi, em Londres. Quer participar??? Da uma olhada! www.saatchionline.com

saatchigallery2

Yohji Yamamoto no V&A

Entre 12 de Março e 10 de Julho de 2011, o Victoria & Albert Museum, em Londres, irá apresentar uma grandiosa retrospectiva do trabalho de Yohji Yamamoto, um dos mais influentes, enigmáticos e visionários designers de moda do mundo. Esta é a sua primeira grande exposição individual no Reino Unido e compreende as 80 criações mais representativas do seu trabalho, juntamente com uma cronologia multimédia que revela a sua enorme energia criativa.
A exposição é projectada pelo colaborador de longa data de Yamamoto, Masao Nihei. No espaço principal estarão expostas cerca de 60 peças de roupa de homem e senhora juntamente com a cronologia da carreira de Yamamoto. As restantes peças serão exibidas em manequins dispostos pelos corredores do museu, ao lado de vários tesouros do V&A.
Yohji Yamamoto, nascido em Tóquio em 1943, tornou-se internacionalmente conhecido no início da década de 1980, por desafiar os conceitos tradicionais de moda com as suas peças de roupa oversized, com aspecto inacabado e confeccionadas em materiais pouco utilizados em colecções de moda como o feltro ou o neoprene. Yamamoto fez parte de uma nova vaga de designers japoneses que surgiu nos anos 1980, juntamente com Rei Kawakubo e Issey Miyake, que conquistaram Paris com a sua nova estética andrógina. Yamamoto distinguiu-se também pelo uso invulgar de padrões, sentido de humor e frequente e hábil uso do preto, uma cor que ele descreve como “modesta e arrogante ao mesmo tempo”.
Puclicado por MODA LISBOA

yohji_yamamoto_exposicao

GSK Contemporary – Art Fashion Identity

Em dezembro de 2010, foi aberta a terceira temporada de arte contemporânea de Burlington Gardens, que examina como os artistas e designers usam as roupas como um mecanismo para se comunicar e revelar elementos da nossa identidade.

A exposição inclui obras de 30 líderes internacionais, incluindo os profissionais de Marina Abramovic, Andreas Gursky, Losi Claudia, Susie MacMurray, La Maison Martin Margiela, Alexander McQueen, Yoko Ono, Grayson Perry, Dai Rees, Cindy Sherman, Helen Storey, Rosemarie Trockel, Sharif Waked , RA Gillian Wearing, Yohji Yamamoto e Andrea Zittel.

Também em exibição estão novas obras de Yinka Shonibare e Hussein Chalayan, encomendado especialmente para Aware pela London College of Fashion e da Royal Academy of Arts. Hussein Chalayan apresenta um vestido inspirado nos 300 anos da antiga tradição japonesa de teatro de marionetes Bunraku, enquanto Yinka Shonibare já trabalhou com Chris Stevens criou 18 projetos baseados em vestir as crianças do século 19 e é montada em forma de mural.

A exposição foi dividida em 4 momentos: Storytelling, Building, Belonging and Confronting e Performance.

19-jan-when-clothes-speak-installation-shot-from-gsk-contemporary-aware-yinka-shonibare-little-rich-girls-2010-1-11758

shelter-me-i-a-11808

gskstoreyinstall-11755

chalayan-11805

Para quem estiver em Londres, vale a pena conferir, a exposição termina no dia 30 de janeiro, para maiores informações acesse: http://www.royalacademy.org.uk/exhibitions/gsk-contemporary-season-2010